domingo, 14 de janeiro de 2018

BOLINHOS DE CANELA E CARDAMOMO PARA UM DIA MUITO HYGGE...



Muito se tem falado do "segredo da felicidade", supostamente apanágio dos dinamarqueses e do seu estilo de vida, o que os tornaria um dos povos mais "felizes" do mundo... Ainda que, a ser verdade, esta felicidade possa estar depende de vários fatores, há qualquer coisa que se associa frequentemente a este  sentimento, qualquer coisa esta que se condensa no conceito de "Hygge" (hyu-gah) e se refere a um estado mental de aconchego, convívio e sentimento de pertença.

De facto, este conceito contempla vários aspectos...

1) Já que o "Hygge" assenta numa ideia base de aconchego e conforto, há que começar por criar a atmosfera ideal, reconfortante e securizante. Para isso começa-se por acender algumas velas, acender a lareira/aquecedor, vestir roupa confortável e por a jeito uma manta bem quentinha...

2) É igualmente importante o sentimento de pertença, de autenticidade. Quando se promovem estes momentos em família ou com amigos, convém que haja disponibilidade emocional para todos estarem juntos de modo a que todos se possam ouvir, um espaço onde todos tenham o seu "tempo de antena", onde cada um possa partilhar as suas coisas e ao mesmo tempo conseguir estar lá para os outros, sem críticas ou segundas intenções... Para que esta disponibilidade seja possível é naturalmente importante que telemóveis/redes socias e afins fiquem "de fora" e não interfiram.

3) Não é de esquecer um dos aspectos fundamentais para ter momentos "Hygge"... Não podem faltar tentações gulosas, com doces, chocolates, bolos, chás ou bebidas reconfortantes, bem quentes e deliciosas...

4) "Por vezes aquilo que temos é o melhor que se pode ter no momento", esta é outra ideia de base para se poder estar/viver de uma forma "Hygge". O sentimento de gratidão, de se aceitar as vicissitudes da vida, crescer com elas e seguir em frente, agradecendo e reconhecendo o que de bom a vida também nos traz, ajuda a diminuir sentimentos de injustiça, desconforto ou ingratidão que, de alguma forma possam contribuir para uma visão mais pessimista e infeliz do dia-a-dia.

5) Mas, e o que fazer nestes momentos "Hygge"? De uma forma geral qualquer coisa simples, descontraída e que dê prazer... Porque não ler, ver um filme, ouvir música, escrever uma carta (em papel, como "à moda antiga"...), fazer algum tipo de artesanato, organizar o álbum de fotografias (que agora, com as fotografias digitais quase que perdeu o seu lugar de destaque na prateleira...) ou mesmo cozinhar "aquela receita" que já está à espera de ser posta em prática há tanto tempo?...


Assim, quer sozinhos, quer com os outros, porque não entrar neste espírito, e, quem sabe, abraçar algumas das ideias por ele sugeridas? Confesso que, na prática, não sendo algo de totalmente inovador, já que também nós, os portugueses, gostamos de conviver, estar com os outros, ceder a tentações gulosas ou a pequenos momentos de prazer, há qualquer coisa de diferente na maneira de estar e de viver que me sinto tentada a guardar para mim e para a minha forma de estar...





Bem, porque não tirar um bocadinho, arranjar uma "folga" e dar uma oportunidade a esta nova ideia... afinal, mal não pode fazer, certo? 

Para isso deixo aqui esta sugestão de uns pãezinhos doces e tão aromáticos, perfeitos para dias de Inverno, frios mas aconchegantes, dias e momentos muito "Hygge"...


Massa:
1 chávena de leite morno
1 chávena de manteiga derretida
1 colher de sopa de açúcar
7 grs de fermento de padeiro
2 chávenas + 3/4 chávena de farinha
Sal q.b.

Recheio:
1 colher de sopa de canela
1 colher de chá de cardamomo em pó
100 grs de manteiga
2 colheres de açúcar amarelo

Cobertura:
150 grs de queijo creme
1 colher de sopa de açúcar em pó
10 ml de leite
Extrato de baunilha

Coloque o leite morno numa taça juntamente com a manteiga, o açúcar e manteiga. Adicione o fermento e mexa até dissolver. Acrescente as 2 chávenas de farinha e envolva bem.

Cubra com um pano e leve a levedar cerca de 1 hora.

Acrescente a restante farinha e o sal e amasse até obter uma massa lisa e sedosa.

Prepare o recheio, misturando a canela e o cardamomo com o açúcar e a manteiga à temperatura ambiente.

Estenda a massa num retângulo e cubra com a canela.

Enrole, corte em fatias e coloque num tabuleiro previamente untado, deixando algum espaço entre os rolinhos, já que ainda irão crescer.

Deixe levedar mais uma hora.

Leve a forno pré-aquecido a 160º cerca de 45 minutos.

Tire do forno e deixe arrefecer.

Prepare, então, a cobertura de queijo-creme, misturando bem todos os ingredientes.

Na altura de servir regue com a cobertura e delicie-se num delicioso momento muito "hygge"!... 



3 comentários:

  1. Engraçado a inda no sabado li algo sobre isso e gostei do que assim como tu aqui bonito post o teu assim como os teus bolinhos bjs

    ResponderEliminar
  2. Que bolinhos óptimos!
    Bom Ano 2018,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelo seu comentário...
Volte sempre!